top of page

Conhecimento no Espírito



Conhecer Cristo é privilégio de um povo nesta era e, além de se orgulhar disso, aquele que é seu usa essa prerrogativa como ferramenta para propagar os ensinos do Senhor. Em 2Pe 1.16,17, Simão disse “fomos testemunhas oculares da sua majestade” e, ainda, afirmou o apóstolo que o Pai testemunhou acerca de Jesus: “Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.”.

Mesmo que Pedro tenha seguido Cristo bem de perto, qual foi o instante em que a majestade de Jesus se fez notória para ele, pois o reinado glorioso e mundial do Filho de Deus não ocorreu em sua primeira vinda? De forma contrária, o que houve foi a rejeição do ministério de Jesus pela ampla maioria de Israel naquele instante histórico.

A resposta é depreendida do que está no verso 18 do capítulo 1 da mencionada epístola: “Ora, esta voz, vinda do céu, nós a ouvimos quando estávamos com ele no monte santo.”. Presumidamente, Pedro se referiu à revelação do Reino que ele, João e Tiago tiveram quando da transfiguração do Mestre narrada em Mt 17.1-8.

Houve uma antevisão da glória do Filho de Deus para aquela esfera de amigos mais próxima, esplendor esse que todo olho perceberá a partir da segunda vinda de Cristo - Mt 24.30, Ap 1.7. Não obstante isso, mesmo os apóstolos que não presenciaram a transfiguração de Jesus laboraram no espalhar a mensagem da cruz da mesma forma que fizeram Pedro, Tiago e João.

Com fundamento nisso, traz-se o que Cristo disse para Tomé após sua ressurreição: “Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram, Jo 20.29.

Portanto, embora não tenhamos testemunhado a glória de Deus na transfiguração de Jesus como Pedro e sequer tenhamos ouvido do Céu a declaração do Pai a respeito do prazer e do amor que lograva no próprio Filho, aproveitemos o conhecimento que o Espírito nos concede para oportunizarmos a outros o mesmo júbilo que usufruímos em servir a esse Jesus glorioso.


Prof. Leonardo Rabelo Paiva

Escola de Formação Cristã - EFC

Comunidade Evangélica Filadélfia em Alfenas - CEFA

1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page